Formação e universidades

 

UNIVERSIDADES E FORMAÇÃO PROFISSIONAL
O ensino na Holanda é de alta qualidade e na maioria é um ensino público como no caso das catorze universidades nacionais. Além da formação universitária existem ainda instituições de formação profissional ou Hogeschoolen. Um atrativo é o facto de alguns dos cursos serem leccionados em inglês, uma vez que, não é viável estudar em holandês assim que se chegue à Holanda.
Se pretender estudar na Holanda terá várias vantagens pelo facto de ser cidadão europeu. Essas vantagens passam pelo facto de pagar o mesmo valor de propinas que um estudante holandês. Esta diferença é notória para estudantes não europeus, aos quais lhe são cobradas valores por vezes bem mais elevados pelos mesmos cursos. Outras vantagens passam pelo facto de ser elegível para receber studiefinanciering.

 

LISTA DE CURSOS UNIVERSITÁRIOS , FORMAÇÃO PROFISSIONAL E CONDIÇÕES DE ACESSO
Além da possibilidades de vir estudar para a Holanda através de uma bolsa internacional ou programa de intercâmbio – algumas das quais podem ser consultadas aqui http://www.nuffic.nl/en/scholarships – existe ainda a possibilidade de vir estudar como cidadão europeu. Uma lista de todos os cursos universitários e de formação profissional na Holanda, leccionados em inglês e suas condições de acesso está disponível na seguinte página:

http://www.studyfinder.nl/

 

RECONHECIMENTO DE CURSO E PROFISSÃO
Se procura saber a equivalência ao seu diploma ou à sua categoria profissional informe-se junto do Internationale Diplomawaardering:

http://www.idw.nl

 

STUDIE FINANCIERING
O studiefinanciering é um apoio financeiro concedido pelo Ministério da Educação, Cultura e Ciência holandês a estudantes que preencham certos requisitos. O apoio pode ter várias vertentes, como um apoio básico mensal; um apoio suplementar para quem, por exemplo, não viva com os seus pais e estes não tenham rendimentos elevados; um empréstimo a ser pago findo o curso, e/ou desconto no passe dos transportes. Cada vertente destas pode ser pedida separadamente e no caso de alguma incoerência qualquer dinheiro recebido, sob forma de empréstimo ou não, pode ter de ser devolvido. Isto inclui o valor do desconto do passe de estudante.
Os habilitados para poder receber studiefinanciering são geralmente os estudantes-trabalhadores que trabalhem semanalmente um número mínimo de horas. Deve ser feita prova do trabalho realizado, incluindo contrato, número de horas semanais e vencimento, o qual não poderá anualmente ultrapassar um determinado montante (cerca de treze mil euros no ano lectivo 2011-2012). A nacionalidade portuguesa (ou europeia) é importante, pois faz com que se possa ter esta ajuda do estado holandês, pelo menos, à luz das atuais regras. Importa dizer que estas regras têm variado muito ao longo dos anos, e têm vindo a ficar mais restritas, sobretudo com a chegada de cortes orçamentais. É apenas uma questão de se informar da sua situação.

Departamento do Ministério da Educação, Cultura e Ciência holandês que rege o studiefinanciering:

Dienst Uitvoering Oderwijs (DUO) http://duo.nl

Página para agendar um encontro num dos postos de atendimento:

http://duo.nl/particulieren/klantenservice/contact/servicekantoren/op_afspraak.asp